Como Resolver Questões De Concurso

Como Resolver Questões De Concurso – A Melhor Maneira De Estudar

Como Resolver Questões De Concurso

Você leu certo o título: resolver questões de concurso é a melhor maneira de estudar.

Por que digo isso?

Porque quando falamos de preparação para provas devemos pensar o que faremos nessas provas com isso, descobrimos que fazer um concurso nada mais é que resolver questões.

Assim, como um atleta de futebol treina jogando bola e um maratonista pratica correndo, você irá focar sua preparação para resolver questões de concurso.

Afinal de contas, na hora da prova o que será realmente exigido de você é a sua capacidade de transformar tudo aquilo que aprendeu em interpretação no alcance da resposta certa.

Outro ponto, é que muitas vezes você estuda muita teoria e não sabe como aquilo é cobrado na hora da prova, um aspecto que é responsável pelo seu sucesso é a capacidade de você compreender o que realmente vale a pena estudar, entender quais temas aparecem nas questões de concurso e quais partes da matéria são mais ou menos importantes.

Só assim, você irá conseguir definir um plano de estudos assertivo com as matérias corretas e com as abordagens que mais aparecem nas provas resolvendo questões de concurso da maneira certa.

Porém, há um erro muito comum, nessa que eu entendo ser a melhor maneira de estudar, que é simplesmente ir resolvendo questões como se não houvesse amanhã, respondendo e olhando o gabarito apenas lamentando que você errou ou comemorando o acerto.

Você pode até pode ter uma sensação de “eu estou estudando”, mas saiba é só a sensação mesmo.

Porque, você não fica atento aos motivos dos erros ou dos acertos, fica focado simplesmente em bater a meta de X ou Y questões, lembre-se: quantidade não necessariamente corresponde a qualidade.

O correto é você praticar o que chamo de “correção ativa” de questões.

Isso mesmo, corrigir cada questão ponto a ponto, levando em consideração qual a temática abordada, quais os elementos transformam ela em correta ou a tornam errada, quais termos a banca usa para equivocar seu raciocínio, ou seja, encontrar os “porquês” para aquela resposta ser a certa buscando o gabarito remissivo de cada questão.

Vamos entender como isso funciona na prática para você resolver questões de concurso de maneira correta através de um passo-a-passo.

Primeiro, você pega a questão e responde ela normalmente, você pode pegar uma bateria delas, 10, 20 ou 30 questões e respondê-las de uma vez, sem consultar o gabarito.

Depois, você vai uma a uma e escreve uma justificativa para aquela resposta, como se você tivesse em uma questão aberta, busque autores, leis, jurisprudências e interpretações até de questões anteriores sobre o mesmo tema.

Por fim, ligue a sua resposta à justificativa apresentada e pronto, aí você terá dois casos: erro ou o acerto.

Em caso de acerto, parabéns sua compreensão sobre o tema é realmente sólida e você acertou a questão.

Em caso de erro, busque os elementos corretos, corrija efetivamente a questão como se você estivesse fazendo o papel do professor: apontando onde foi o erro e mostrando quais os possíveis caminhos para a resposta certa.

Isso é o que chamo de “correção ativa”, só assim você estará realmente estudando e efetivamente aprendendo aquilo que foi estudado.

Outra forma interessante, são as questões comentadas pelos próprios professores.

Nesse caso, o caminho já está dado, mas faça a leitura como se fosse uma forma de conectar a teoria à prática, vislumbrando que aquela é a maneira que a banca costuma cobrar o tema exposto.

Assim, com aulas produtivas, materiais escritos de qualidade e uma correção ativa de questões sua preparação vai muito além do ler, ver aula e resolver questões e passa para um patamar que, sem dúvidas, com consistência e disciplina levará você a aprovação.

Eu não falo isso da boca para fora, falo isso porque já ajudei e vi muita gente que estudava muito, mas não sabia como estudar, não tinha método.

Posso afirmar de carteirinha que o maior problema do concurseiro é a falta de método de estudo e não o tempo ou recurso.

Qual sua dúvida? Como você prefere estudar?

Aplique essa técnica hoje mesmo e depois venha aqui nos comentários para contar como foi a experiência.

Forte abraço e sucesso sempre!

Técnica da Aprovação

4 Comentários

  1. simonerizegmail-com 26 de abril de 2018 em 22:25 - Responder

    Corrigir cada questão ponto a ponto, levando em consideração qual a temática abordada, quais os elementos transformam ela em correta ou a tornam errada, quais termos a banca usa para equivocar seu raciocínio, ou seja, encontrar os “porquês” para aquela resposta ser a certa buscando o gabarito remissivo de cada questão. Vou começar a praticar isso prof! Essa técnica é muito boa… obrigada pelas dicas valiosas!

  2. Priscilla 7 de maio de 2018 em 11:03 - Responder

    Marco Ferrari, sempre me ajudando muito!!! Valeu Prof! Sucesso!!!

  3. samalaglicia 16 de setembro de 2018 em 23:09 - Responder

    Obrigada pelas ótimas dicas professor Marco, vai me ajudar bastante nas próximas provas! Grande abraço!

Deixar Um Comentário